O Homem-Cobra / Ssssssss (1973)

Sssssss, filme de 1973

Antes do filme, uma mensagem que aumenta as expectativas de qualquer fã de terror: as cobras usadas durante as filmagens são reais e foram importadas de Bangkok e Singapura, capturadas em ambientes selvagens e semi-domesticadas.

Logo depois assistimos à uma negociação aparentemente ilegal, em que o Dr. Carl Stoner vende algo vivo e dentro de uma caixa para o dono de um circo. Em nenhum momento sabemos o que está ali, sendo negociado pelos dois homens. É possível apenas ouvir os gritos, que parecem de algo que está sofrendo demais.

Mas a história começa mesmo quando o Dr. Stoner encontra David, um aluno da faculdade interessado em trabalhar com serpentes e que já conhece a fama do herpetologista. Logo no primeiro dia de trabalho, o Dr. Stoner aplica uma dose de “soro imunizador” em David.

As injeções continuam durante alguns dias e, com o passar do tempo, David começa a sentir estranhos efeitos colaterais, como descamação de pele e alterações físicas em seu corpo.

Nesse ponto a trama já está explicada: Dr. Stoner é um cientista maluco que está usando David como cobaia. Adicione à trama o romance entre David e Kristina, a filha do cientista, e você tem todos os elementos para um filme de sucesso: conflito entre os interesses do pai e os da filha, momentos de tensão envolvendo as cobras mais perigosas do mundo, e mistérios que aos poucos vão sendo desvendados.

Animais assustadores

A tartaruga de Kristina

Durante o filme são apresentados muitos animais assustadores, mas nenhuma das serpentes consegue assustar tanto quanto Emma, a tartaruga albina da Malásia. É um animal fantástico, mas bem esquisito.

Fuinha vs. King Cobra: quem vence?

Outro bicho que causa calafrios durante o filme é a fuinha presa em uma jaula pequena, andando de um lado para o outro e emitindo sons que poderiam ser interpretados como o aviso de que ela vai pular no pescoço de alguém assim que sair daquela prisão.

A fuinha está no filme por causa do terceiro animal mais assustador da história: a cobra-real, que nas legendas em português acabou sendo chamada de King Cobra mesmo, o nome do animal em inglês. O mamífero neurótico é o único adversário da temível serpente.

Em um volume danificado pelas traças e encontrado na seção de Ciências Naturais da nossa biblioteca, vimos que a King Cobra é parente direta das Najas e que não tem o veneno mais forte do mundo ofídico. Porém, ela é capaz de liberar uma grande quantidade de neurotoxina durante o ataque. O veneno ejetado em uma única mordida pela cobra-real seria o suficiente para matar 20 pessoas adultas.

A mutação

Primeira etapa da mutação

A transformação de David em cobra se dá aos poucos. A primeira reação é percebida quando, ao olhar no espelho, ele percebe que está descamando.

No segundo estágio ele percebe algo de diferente na própria boca. A princípio a mudança parece imperceptível para o espectador, mas ficará evidente no terceiro estágio, quando David acorda com a transformação em fase bem adiantada, com uma cor esverdeada e coberta de escamas.

A transformação em um estágio mais avançado

Mas a minha cena preferida dos novos atributos de David se passa no parque de diversões, quando durante uma briga David morde o adversário como se estivesse dando botes no pescoço do sujeito.

A equipe

Para terminar, acho que estreamos as resenhas aqui com um filme que foge à exceção dos ditos B: O Homem-Cobra custou 1,3 milhões de dólares, considerado enorme para um filme de terror e ficção científica da época.

Entretanto, há um diálogo entre este filme e a indústria B de Hollywood, já que alguns integrantes da equipe começaram suas carreiras produzindo os tais filmes “que de tão ruins chegam a ser bons”.

Richard Zanuck

Um exemplo é o produtor-executivo Richard D. Zanuck, que hoje em dia produz blockbusters como Sweeney Todd: o barbeiro demoníaco, e Alice no País das Maravilhas, grandes sucessos da dupla Tim Burton e Johnny Depp.

Templeton Peck

Já o autor da história que originou o roteiro de Sssssss não era escritor. Daniel C. Striepeke trabalhava com maquiagem e efeitos especiais, mas acabou escrevendo e convencendo os seus amigos a filmarem o filme. Assim como Zanuck, Striepeke trabalha hoje com atores de renome, como Tom Hanks em O Código DaVinci, O Terminal e Náufrago.

Quem interpreta David é o ator Dirk Benedict, que participou das séries Esquadrão Classe A, como o Tenente Templeton Peck, e Galactica 1980, no papel de Lt. Starbuck.

Já o diretor, Bernard L. Kowalski, não chegou a fazer carreira no cinema. Boa parte das produções dirigidas por Kowalski eram feitas para a televisão e nunca chegaram ao Brasil. Embora tenha trabalhado com séries como Os Intocáveis e Magnum, há um filme do diretor que merece ser citado: O ataque das sanguessugas gigantes, de 1959. Mas esse é assunto para um outro post, que será publicado em breve. Nota: BBB½•